Benefícios à saúde

            De uma forma geral, os palmitos possuem baixo valor energético e, portanto, baixo teor de lipídios, proteínas e carboidratos. Contudo, eles são ricos em fibra alimentar, substância capaz de sequestrar e aumentar a excreção de compostos tóxicos, ácidos biliares e estrógenos; além de regular o trânsito intestinal, melhorando assim a qualidade da microbiota e diminuindo a incidência de câncer de cólon, sendo indicados para dietas especiais.

            Embora a composição nutricional da guariroba tenha baixas concentrações de gordura, estas são majoritariamente formadas por ácidos graxos insaturados, associados ao menor risco para se desenvolver doenças cardiovasculares.

            O consumo de ácidos graxos insaturados, principalmente os essenciais como o ômega-3 e ômega-6, é vantajoso devido a eles serem precursores de eicosanóides, e nas proporções corretas desempenharem um papel importante na prevenção da hipercolesterolemia (elevação dos níveis de LDL “colesterol ruim”). 

            Além desses benefícios já mencionados, o palmito de guariroba contém minerais como o fósforo, potássio, cálcio, sódio e altos teores de ferro e vitamina C. Compostos fenólicos, responsáveis pelo leve sabor amargo característico; além de carotenóides e tocoferóis, fontes de vitaminas A e E, sendo a vitamina E um importante antioxidante.